Nosso Código de Luz

por Karenn Liège - cursoseterapias@gmail.com


Nunca quis me tornar mestre de ninguém que não de mim mesma. E hoje este impulso começa a ficar cada vez mais intenso e claro.
Às vezes olho pra trás e me surpreendo ao perceber que na infância eu tinha um grande acesso às informações dos contratos que fiz para estar aqui. Vieram-me como certezas que martelavam repetidamente em minha mente, ou como eu costumo dizer: como um plano de viagem. Depois, com o tempo, comecei a acessar conhecimentos mais "científicos e palpáveis" e passei a duvidar das informações que trouxe das outras esferas de conhecimento. Comecei a desacreditar de Deus e aos 14 anos era totalmente cética: "A ciência não precisa de Deus para multiplicar uma célula." - eu pensava! Foi um período curto, pois ao entrar para o curso de Cosmoterapia - ciências para despertar - comecei a entender que eu nada sabia. 
Nesta época eu aprendi que possuíamos um código de luz, algo como um DNA holográfico que trazia as informações da nossa verdadeira origem, da nossa essência. Porém poucas pessoas tinham acesso a essas informações ou compreendiam exatamente o que era e como funcionava. 
Recentemente em um atendimento que fiz, tive contato com informações bem pertinentes. 
Amanda chegou ao meu consultório com vários medos. Um deles era de que a "loucura e/ou maldade" rondava sua porta de uma forma ainda não bem compreendida pois não tinha coragem de fazer o mal. Percebi que havia algo em sua energia que mexia muito com a minha a ponto de eu desdobrar dentro do consultório sem poder parar o processo com facilidade. Apesar de eu desdobrada continuar perfeitamente consciente do lado de cá, a sensação de conversar com alguém nestas condições é um pouco/muito desagradável. 
Eu sentia o desdobramento acontecendo em saltos como se paredes fossem sendo rompidas dentro do meu peito e minha visão começava a ficar levemente dupla. Assim, no terceiro atendimento eu pedi permissão à Amanda para dar vasão a esta experiência. Logo me vi levada a outra esfera de conhecimento, há éons, onde as construções assemelhavam-se a tubos cristalinos cheios de uma espécie de luz líquida branca. Eu a vi entrar em um destes prédios e dirigir-se a uma espécie de urna transparente, dourada, de um material totalmente estranho para mim, como se feita de luz, apenas que dourada e não branca. 
Amanda carregava alguns tubos que foram entregues a um senhor que logo os colocou dentro da urna para serem tele transportados a outro lugar longe dali. Dentro deste contexto Amanda me parecia perfeitamente humana e de carne e osso. 
Questionadora, perguntou ao senhor porque não utilizavam a urna para realizar o teletransporte de pessoas (se é que posso chamar assim), ao que ele respondeu explicando que para isto existiam os estudos meditativos de autocontrole e que este processo já era realizado sem o auxílio das urnas. Amanda, no entanto replicou que era demorado e muito sacrificado aprender a se tele transportar apenas pelo "controle mental" em função dos exercícios realizados e que seria muito mais rápido fazer o tele transporte com uma urna igual àquela. O senhor apenas respondeu secamente que não era permitido realizar!
Indignada, Amanda reuniu um grupo de cientistas que como ela não concordava em apenas seguir regras sem saber o por quê, e começaram um longo processo de experiências de teletransporte com os membros do grupo. Algum tempo depois, Amanda começou a sentir-se um pouco estranha, como se estivesse começando a enlouquecer, ou como se de repente houvesse despertado a maldade dentro de si e percebeu que esse processo iria apenas aumentar a partir dali. Descoberta, foi exilada em nosso planeta juntamente com um grupo de 10, condenados a vivenciar a roda do carma. 
O que aconteceu, foi que ao teletransportar seres que possuíam um código de luz complexo, ocasionaram um erro na replicação do mesmo. As informações foram basicamente invertidas criando um código espelhado e com falhas nas informações de luz. 
Ao preparar-se para encarnar pela primeira vez em nosso planeta, Amanda tem um forte sentimento de liberdade inconsequente - "posso fazer tudo o que quiser e como quiser" - assim inicia-se uma saga de mortes, experiências e torturas que criou uma lista cármica bem volumosa. Apenas após seu código defeituoso ter sido muito diluído através de inúmeras encarnações é que pode começar a regenerar-se e curar-se das compulsões de sua alma. Começa então o outro lado da moeda, pelo menos em duas encarnações que acessamos, Amanda esteve presa e sob tortura em manicômios, para que pudesse criar um reflexo de contenção aos seus impulsos obsessivos e desta forma acabou desenvolvendo um medo enorme de externar a maldade, primeiro pelo reflexo em si, e depois por começar seu processo de expansão de consciência.
Amanda permanece sob terapia e, em função das mudanças que estão sendo permitidas nesta nova era, já podemos acessar o seu código defeituoso e restituir seu padrão original de luz, processo lento, delicado e gradativo. Pelo menos foi isto que me foi prometido pelos mentores que me fizeram conhecer este processo. 
Ao acessar seus códigos defeituosos e conectá-los novamente à Fonte, inicia-se um processo em cadeia que vai aos poucos mapeando todos os seus descendentes, em todas as suas encarnações que de alguma forma tiveram seus códigos de luz comprometidos. Todos recebem a informação do padrão original e aos poucos podem, ou não, irem curando seus impulsos.
Aos olhos de muitos pode parecer injusto que os descendentes de Amanda possam ter tido comprometido seus códigos de luz, mas lembrem-se de que ninguém é vítima, somos todos voluntários neste grande plano.
Aos 16 anos eu iniciava minha caminhada de forma mais consciente em busca de evolução espiritual. Havia em minha mente, na época, muita clareza de que o caminho devia obrigatoriamente passar pelo processo de ascensão em algum momento. Mas também a certeza de que este momento encontrava-se em um ponto distante no futuro, muito provavelmente em uma encarnação distante quando de repente eu me deparasse já sem carmas... Esta era nos diz que o momento está cada vez mais próximo! 


EU SOU
Karenn Liège

Porto Terapia Uma nova Concepção de Vida

cursoseterapias@gmail.com - 51 998 11 3042