Sobre o Resgate de Alma

por Karenn Liège - cursoseterapias@gmail.com

 

Já há algum tempo eu alertava meus alunos sobre a capacidade do Ser humano de dividir sua consciência em várias partes, onde cada uma delas mantém sua própria individualidade. Vi isto acontecer em alguns centros de Umbanda em que o "Pai-de-santo" não incorporava, apenas assumia outra parte de sua própria consciência.
O que ocorre, é que muitas vezes quando sentimos medo, em situações de perigo ou de abuso, separamos uma parte de nossa consciência para suportarmos a pressão do nosso emocional, e não raras vezes, esta parte não volta, se escondendo em alguma outra realidade.

Você já se sentiu completamente desancorado após algum trauma, com dificuldades de raciocinar ou de se concentrar em qualquer coisa? Tem depressão crônica, preguiça constante, falta de vitalidade? Sente como se fosse impossível ser feliz? Seu coração dói sem motivo? Se você respondeu sim a uma destas perguntas, então provavelmente você já passou por um episódio de perda de uma parte de sua consciência.

A primeira vez em que me perguntaram se eu fazia este procedimento não sabia do que se tratava, pelo menos não por este nome, mas como sempre, caiu em minhas mãos um livro muito interessante: "Resgate de Alma - Reencontre os pedaços da alma que você perdeu" de Sandra Ingerman, da editora Vida & Consciência. Ao ler o livro, que é adorável, caíram-me algumas "fichas". Sim, eu já havia realizado vários resgates de alma de forma direta e às vezes através da Regressão por Expansão de Consciência, apenas que eu chamo o processo de Reintegração de Consciência.

Em minhas andanças, descobri que existem vários motivos para a perda de alma: os traumas emocionais produzidos por perdas, acidentes e abusos, o roubo de alma que pode ser feito por pessoas que já desencarnaram, por trabalhos de magia, contratos ou promessas de outras vidas, e a doação de parte da alma por livre vontade a alguém que amamos. 
Muitas vezes, ao ver algum de nossos entes queridos próximos da morte, damos parte de nossa alma na tentativa de lhe prolongar a vida, claro que não fazemos isto conscientemente, e claro também que isto não ajuda à pessoa que se vai, pois não poderá utilizar esta parte da alma, e a nós fará muita falta. Muitos fazem isto também no término de um relacionamento e, então, sentem um buraco aberto no peito que parece impossível de fechar.

A maior parte dos resgates de alma que já fiz diz respeito ao roubo de alma por contratos de vidas passadas ou por trabalhos de magia. Há uns 14 anos, ainda na cidade de Canela, na Serra gaúcha, quando eu estava começando a me firmar como terapeuta, conheci uma menina de 16 anos que sofria vítima de um espírito que lhe tomava a consciência e assumia completamente seu corpo (conto melhor o caso em outro texto). Nestes eventos "Ana" - como vou chamá-la aqui - perdia completamente o domínio de seu corpo e o ser que o assumia além de machucá-la também agredia as pessoas presentes com palavras e atitudes.
Neste caso, mesmo quando Ana voltava à Consciência, permanecia sob influência deste Ser e uma parte de sua alma permanecia no calabouço sendo vampirizada. Na terceira vez que eu a atendi, consegui desfazer o contrato de ambos, que já vinha de outras vidas. Mas este é um caso bastante drástico de resgate, a maioria não é assim. Em geral a pessoa apenas sente aquela sensação de insatisfação constante em que nada preenche o vazio, nem comida, nem sexo, nem o amor dos seus. Grande parte dos casos de obesidade, vícios e depressão se apresentam em função da perda de parte da alma. 


Não é raro que meus clientes depois de uma sessão descrevam como seus sentidos se tornam mais eficientes, sentem melhor o sabor, o cheiro, o tato, como se saíssem de um estado de torpor constante. E a emoção que eu sinto cada vez que trago uma destas almas pra casa, é indescritível, é como se eu estivesse devolvendo um filho à sua mãe. 

Hoje eu trabalho com uma garotinha de apenas 7 anos, que teve seu aprendizado prejudicado por não conseguir se concentrar. Descobri que ainda antes de nascer, ela sentiu-se rejeitada pela mãe e saiu do corpo para não sofrer a rejeição. Com o trabalho de Resgate sendo feito ela começou a assumir seu corpo físico e agora começou a prestar atenção em tudo ao seu redor, aumentando muito o seu repertório de conhecimentos. É lindo poder vê-la dizendo: "Mãe, sonhei contigo!"


Seja qual for o caso, permanecer sem parte de sua alma compromete seu desenvolvimento pessoal e sua felicidade. Existem várias forma de realizar seu resgate de alma, através de um terapeuta holístico (Reintegração de Consciência), através de um Terapeuta Xamã ( Resgate de Alma) ou mesmo através da Regressão por expansão de Consciência. O importante é que você não deixe de ser feliz nesta vida por que em algum momento você teve medo, raiva ou algum outro sentimento forte o bastante para rendê-lo. 
Viva, busque seu autoconhecimento, seja feliz!

Eu Sou Luz
Eu Sou
Karenn Liège

Porto Terapia Uma nova Concepção de Vida

cursoseterapias@gmail.com - 51 998 11 3042